eCommerce de Calçados: 10 dicas para aumentar as vendas!

Quando você começou sua operação no e-commerce, abrindo uma loja online de calçados, provavelmente passou por um período de 6 meses, até que as vendas começaram a acontecer em um volume considerável. Em 1 ano suas vendas continuaram crescendo, porém em um ritmo mais lento. Até que, em alguns meses seguintes elas estagnaram.

Se você se identifica com o cenário acima é porque existe um momento na vida de um e-commerce – em que ele atinge a sua curva de crescimento e as vendas param de crescer ou até diminuem – e o empreendedor se pergunta: Como e onde posso melhorar?

E é aí que entra o planejamento de marketing. A base deste planejamento deve estar sustentada nas situações econômicas atuais, e também com projeções para o futuro, que devem considerar:

  • O momento da economia;
  • O potencial e o número de concorrentes;
  • Retorno financeiro;
  • Impostos e taxas;
  • Mix de produtos (SKU) – amplitude e profundidade.

Todo esse planejamento não gera resultados da noite para o dia. Por isso reunimos neste artigo 10 dicas mais usadas por e-commerces de sucesso, que podem alavancar as vendas da sua loja online de calçados.

 1. Definir metas de venda é essencial

Não há diferenças entre o e-commerce e a loja física no que diz respeito a definir metas. Mas no comércio online toda meta vem acompanhada de uma métrica, que precisa ser devidamente interpretada para garantir resultados.

A principal ferramenta para se observar o desempenho dos processos do seu e-commerce é a KPI (sigla para o termo em inglês Key Performance Indicator, que significa Indicador-Chave de Desempenho). Para entender melhor, veja abaixo alguns exemplos de KPIs e como as métricas são utilizadas:

  • Taxa de conversão: Total de Vendas x 100 ÷ Total de Visitas ao site
  • Ticket médio: Total de Receita ÷ Total de Vendas
  • Taxa de abandono de carrinhos: relação entre carrinhos de compra com a venda efetivada versus carrinhos com a compra interrompida/abandonados.
  • Índice de engajamento: Total de visitantes que interagiram com a página x 100 ÷ Total de visitantes
  • Compras realizadas: números de vendas, mês a mês.

Mas os números que os KPIs apresentam são suficientes para definir as metas?

Sim. Porém é necessário interpretar e transformar em metas de conversão, conforme abordamos a seguir.

 

2.  Investir na recompra dos clientes já conquistados

Garantir a recompra é de longe mais fácil e barato do que atrair novos clientes. Por isso a fidelização exige atenção especial com ações que valorizam o cliente que efetuou a compra, e também do acompanhamento do seu histórico com a loja virtual.

Não que se deva ignorar as metas de aquisição de novos clientes, mas cada cliente que volta a comprar ajuda a aumentar o faturamento e seu custo de aquisição inicial vai se diluindo a cada nova compra efetivada.

 

3. O Marketing Digital deve integrar os canais online e offline

Todo e-commerce deve valorizar também a loja física, caso possua uma. E nesse caso indicar o endereço no site, se possível com a possibilidade para os clientes retirarem suas compras pessoalmente.

Para entender o impacto positivo da integração das lojas físicas e virtuais, é importante pensar no comportamento do consumidor:

  • 71% das mulheres pesquisam online e depois compram offline;
  • 52% dos homens procuram produtos online e depois compram offline;

Ainda mais relevante, é o entendimento das preferências de compra:

  • 55% dos consumidores consideram comprar em lojas físicas;
  • 51% prefere a compra offline pela opção de levar o produto na hora.

 

4. Divulgar seu eCommerce de calçados em Redes Sociais

 

Outra ferramenta importante para ajudar nas vendas de um e-commerce de calçados são as redes sociais. Saber explorar seu potencial pode alavancar  as vendas e facilitar a divulgação de ofertas para o público ideal.

Muitos dos nossos clientes sempre nos perguntam: Quais são as principais redes sociais para um e-commerce de calçado?

E para esse segmento indicamos principalmente o Facebook, seguido do Instagram, Pinterest e Youtube.

Mas estar nessas redes sociais sem uma linha editorial clara e de interesse do seu público de nada vai adiantar, se você não observar alguns aspectos importantes nas postagens como:

  • Fotos bem feitas com em ângulos diversos do produto;
  • Descrições elaboradas;
  • Conceitos e tendências.

5. Investir na segmentação do seu público ideal

Mas quem é o público ideal ou potencial consumidor de um e-commerce de calçados?

Para responder exatamente a essa pergunta é necessário fazer uma avaliação minuciosa do seu mix de produtos.  E principalmente analisar o perfil das pessoas que costumam comprar seus calçados. Como por exemplo, que estilo de roupas elas usam, que tipo de conteúdo elas consomem ou quais marcas seguem. É dessa análise que resultará a definição do seu público ideal.

Em uma rede social como o Facebook, encontramos centenas de milhares de pessoas com diversos tipos de interesses diferentes. Com a estratégia correta de segmentação é possível filtrar e selecionar exatamente as pessoas que tenham um estilo compatível com os modelos de calçados oferecidos pelo seu e-commerce.

 

6. E-Mail Marketing: Um grande aliado

A cada dia, as ferramentas para gerenciar o e-mail marketing favorecem mais o e-commerce, inclusive com:

  • Serviços gratuitos em várias plataformas de e-mail marketing;
  • Técnicas persuasivas para elaborar as redações;
  • Horários programados e efetivos para envio do e-mail;
  • Notificações de recebimento;
  • Automação de e-mails e respostas automáticas.

Sem spam e usando técnicas de persuasão esta ferramenta jamais pode ser ignorada, como aponta a pesquisa da empresa americana de software on demand Sales Force, um dólar investido em e-mail marketing podem gerar até 44 dólares de retorno.

 

7. Estabelecer relacionamento com o público desde o cadastro de produtos ao envio da mercadoria

Todas as ações de marketing digital do e-commerce de calçados, devem colocar o cliente em primeiro lugar, valorizando a informação correta, suas preferências pessoais, e sempre oferecendo algo a mais, como por exemplo:

  • Dicas sobre tendências de moda;
  • Informações sobre o material de que é feito o calçado;
  • Fornecendo segurança para os clientes na compra do seu sapato, através do guia de medidas ou informado a altura de um salto alto;
  • Transmitindo confiança desde o primeiro contato, no momento da compra e no envio da mercadoria;
  • Entregando o produto o mais rápido possível. Recomendamos que os despachos não ultrapassem 3 dias.

Além disso, o relacionamento entre o cliente e a loja virtual deve gerar feedbacks de ambos os lados, a fim de propor melhorias para captar e manter consumidores. Lembrando que, com sucesso nessa etapa, o resultado destas ações serão compartilhadas, pelos próprios clientes nas redes sociais, promovendo e aumentando a confiabilidade da sua loja virtual.

 

8. Facilite a navegação pelo Smartphone

Um mundo de possibilidade está disponível considerando a navegação por smartphones para e-commerces. Por isso um site responsivo é premissa básica para um e-commerce de calçados.

Saber explorar este potencial, com atrativos e integrações diferenciadas, principalmente com informações rápidas e dinâmicas, é sem dúvida um caminho promissor para os negócios.

 

9. Use Remarketing para não ser esquecido

O remarketing é uma ferramenta de retargeting – estratégia que identifica o visitante, grava suas visualizações e as apresenta os produtos que ele viu na sua loja novamente, em sites parceiros, por meio de anúncios display.

O remarketing é uma ferramenta disponível principalmente no Google Adwords e em algumas redes sociais. E se propõe a resgatar clientes em potencial. Como, por exemplo, clientes que visitaram o seu e-commerce mas que por algum motivo não realizaram a compra. O remarketing age “seguindo” o cliente com a imagem do produto ou promoção, oferecendo de forma saudável ao visitante a possibilidade de lembrar do produto visualizado e retornar para efetivar a compra.

 

10. Invista em uma Gestão de eCommerce profissional

Seja qualificando sua própria equipe de e-commerce ou contratando equipe terceirizada, recomendamos investir principalmente em especialização de marketing digital. Como já abordamos aqui no nosso blog, para que um e-commerce de calçados tenha desempenho expressivo em vendas é necessário uma equipe especializada.

A Tweex eCommerce usa de estratégias avançadas de marketing digital, métricas, e ferramentas especializadas para ajudar o seu e-commerce de calçados a vender mais.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Digite abaixo o seu e-mail
Assine Agora!

Receba nossas dicas para melhorar o seu eCommerce!

Assine nosso informativo e receba sempre dicas essenciais para melhorar e vender mais na sua loja virtual.
close-link